Sunday, March 22, 2009

" Uma fábula "

E encontramo-nos num espaço ambulante e vejo os teus olhos com uma pitada de sal a mais e digo-te
:- Onde queres ir?
- Onde queres que te leve?
E a musica transcende-nos para o lugar onde são feitos os sonhos
Tu pedes:
- Vamos viajar até ao interior de um objecto?
E eu digo-te:
- Consegues observar com acutilância o voo dos pardais?
Tu vens ter comigo e dizes:
- Danças comigo num abraço profundo, forte e suave?
E eu:
- Vamos, sentes a minha mão a tentar pesquisar a tua alma?
E entramos num espaço nada sideral
E caminhamos numa floresta nada perdida onde as fábulas são realidade:
- Sentes o meu espirito a juntar-se ao teu?
E na imensidão da terra molhada e cheia de oxigénio, digo-te:
- Dá-me uma dança e eu dar-te-ei um sonho.
E entramos em escadas coloridas que nos remetem para os nossos sonhos concretos e nada discretos
E viro-me para ti e digo-te:
- Anda comigo, agarra as minhas mãos..
Tu ficas a olhar para o meu olhar turvo e tentas entrar num lugar do bosque, que faz com que os eremitas sejam mais que meros habitantes da fábula
e eu pergunto-te:
- Será que uma dança turva o olhar com o prazer de um doce?

1 comment:

venusiana said...

Disseram-me que no mundo dos sonhos,é tudo doce...